4 super dicas de economia doméstica

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A economia doméstica ainda é pouco explorada no planejamento financeiro familiar. Você sabia que as despesas de sua casa compõem o seu orçamento doméstico? E que estas despesas hoje somente são ultrapassadas pelas despesas com financiamento de imóvel? Mas esse “problema” é só seu ou de todos os familiares? Então podemos entender que a economia doméstica se trata de um dos assuntos relacionados a educação financeira familiar.
Mas será que a economia doméstica é somente para as donas de casa?
Durante um bom tempo associou-se a economia doméstica a dona de casa, como se esta fosse sua atribuição única e exclusivamente. Hoje vemos que todos os membros das famílias participam do controle de gastos. Atualmente os homens participam tanto quanto as mulheres na cozinha!
Mas qual a razão desta mudança? As mulheres não somente cuidam dos filhos, mas também trabalham fora, por isso os homens estão cada vez mais dividindo as tarefas domésticas com elas. Isso vem ocorrendo para a busca de uma maior igualdade na distribuição de tarefas, mas também devido a diminuição do uso de serviços como a da empregada doméstica.

Tem sido muito comum a substituição da empregada doméstica pela faxineira e a tendência do Brasil se tornar cada vez mais a semelhança de outros países mais desenvolvidos em que esse tipo de serviço somente é utilizado pela população da classe A. Por isso, cada vez mais observamos casos de famílias em que abriram mão do uso de serviço do empregado doméstico para reorganizar o planejamento financeiro familiar com o uso dos serviços de faxineira.
Então, vamos começar? Quais seriam as melhores dicas para um orçamento doméstico mais enxuto?
#Dica 1:Preencha a Planilha de Controle Financeiro
Sem dúvida alguma este é o primeiro passo para realizar um bom planejamento financeiro familiar. Como saberá o quanto gastar, ou por onde começar a cortar em gastos desnecessários, se não tem noção de suas despesas mensais?
Lembre-se em limitar as despesas mensais a 70% da renda líquida familiar. Somente para ter uma noção e conseguir analisar seus gastos após o preenchimento da planilha financeira, segundo dados do IBGE, normalmente o orçamento familiar se distribui entre: 19% Alimentação, 36,5% Habitação, 19,5% Transporte, 7,3% Saúde, 3,2% Educação e 14,6% Outros.
#Dica 2: Avalie se os serviços de empregada doméstica está pesando em seu orçamento doméstico
Esse é um dos fatores que mexe no emocional de muitas pessoas! Alguns afirmam: – Não posso viver sem a minha assistente do lar! Mas acredite que em muitos países isso já acontece há muitos anos! Nosso país é que custou a aprovar novos direitos trabalhistas em que esta categoria mais do que merece! Lembre-se: muitos países desenvolvidos sobrevivem e muito bem com o trabalho em equipe familiar. Nestes locais, o serviço de empregada doméstica fica a cargo principalmente das famílias mais ricas.

#Dica 3: Despesas de supermercado
Existem muitas estratégias bem interessantes sobre economia nas despesas de supermercado.
1) Saiba qual o valor que poderá gastar nas compras. Esse é um processo que quase ninguém faz, mas vamos supor que sabe que somente pode gastar R$ 250,00 a cada compra, então elabore a lista com os produtos básicos que resultarão nesse valor.
Ordene sua lista desde os básicos até os supérfluos. Costumo dizer que até mesmo os supérfluos podem ser evitados desde que tenha metas. Vamos supor que se comprometeu com algum objetivo bem acirrado, onde deseja atingir uma determinada economia em supermercado para conseguir realizar uma viagem no final de 2 meses? Será que irá compensar este pequeno sacrifício? Isso depende de cada um, mas de qualquer forma o limite de compras deve ser respeitado.
2) Elabore sua lista de compras antes de sair de casa de preferência sem as crianças e sem estar com fome! Já percebeu que quando vai ao supermercado com as crianças volta para casa com muitos itens para agradar os pequenos? Quando se está com fome então nem se fala! É comum trazer mais alguns congelados para quando voltar, já correr e providenciar o almoço! Fuja dessas situações!
3) Use a calculadora. Realizar cálculos do que está comprando, poderá dar uma boa ideia para avaliar se ultrapassou seu limite no controle dos gastos.

#Dica 4: Economia de luz, água e alimentos
Se reparar, há uma conexão entre todos os atributos acima com este. Na realidade a educação financeira trata disso tudo, pois são as pequenas economias que no final farão diferença. Se começar a controlar os cômodos que não tem ninguém e educar os familiares para ter este cuidado de manter as luzes apagadas quando estiverem vazios. Ou para desligarem os aparelhos eletrônicos que estão sem uso, já é uma boa economia. Esse hábito é bom já ser cultivado porque a tendência é a luz se tornar cada vez mais cara, por conta da escassez de água e nossa dependência do uso de hidrelétricas.
Este mesmo princípio podemos recorrer para o uso da água. Cada vez mais a nossa geração, e as futuras, terão uma preocupação maior com o uso deste bem. Por exemplo, em outros países não se utilizam mais baldes de água para lavar cozinha, ou banheiros, e somente um pano úmido com determinado produto de limpeza. Já não se lava calçadas com mangueira de água, mas se recorre a outras alternativas. Estamos caminhando para mudanças de hábitos e por que não começarmos desde agora?
Outro fator interessante são os alimentos. Organizar o cardápio semanal ainda é a melhor solução, pois evita-se o desperdício com alimentos estragados. Já existem profissionais que atuam nesta área e um mercado em amplo crescimento. Há profissionais que atuam com elaboração de cardápios para ajudar as famílias que não possuem tempo para fazer sua própria comida. Na realidade de uma forma geral torna-se algo mais caro que os membros realizarem seu próprio cardápio, mas evita-se o desperdício. A família deve analisar o custo deste tipo de serviço, mas todo caso vale o lembrete que o planejamento do cardápio semanal está estreitamente relacionado aos itens anteriores. Por isso, economize também se organizando na elaboração de suas refeições semanais!
Fonte: Administradores
Autora do texto: Cristiane Gouget
Share

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Clube das Finanças.
Design by Herdiansyah Hamzah. Published by Themes Paper. Powered by Blogger.
Creative Commons License